Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

PROFISSÃO TRAFICANTE

Três meses depois, Choque prende de novo 'mula' do tráfico com haxixe

Em setembro, jovem já tinha rodado quando levava maconha para MG

6 DEZ 2018 Por RAFAEL RIBEIRO 07h:20

Pela segunda vez em um espaço de três meses, um jovem de 20 anos foi preso pela Polícia Militar de Mato Grosso do Sul atuando como 'mula', termo usado para identificar os suspeitos flagradpos transportando grandes quantidades de drogas para traficantes.

No caso da noite desta quarta-feira (5), a prisão foi feita pelo Batalhão de Choque (tropa de elite da PM). Uma equipe fazia rondas pelo bairro Chácara das Mansões, extremo sul de Campo Grande, já na zona rural, quando observou a Saveiro prata, placa de Caarapó.

A abordagem aconteceu na altura do km 460, na BR-163, sentido São Paulo. Na revista, os policiais perceberam que algo estava errado: além do nervosismo pouco habitual do motorista, a carroceria estava com os parafusos soltos. E de dentro exalata um forte cheiro de perfume.

Tudo disfarce, para tentar enganar a polícia e fazer com que os 26 quilos de haxixe que carregava para Ribeirão Preto (SP) não fossem descobertos.

Como se não fosse somente uma falta de sorte pontual, durante buscas com o nome do suspeito descobriu-se que ser preso transportando droga é meio que habitual.

Em setembro, o jovem já havia sido preso pelo mesmo motivo: transporte de drogas, só que pela Polícia Militar Rodoviária. Em setembro fora flagrado levando 60 quilos de maconha de Ponta Porã para o interior de Minas Gerais. Acabou ganhando o direito de responder o processo em liberdade.

Segundo seu depoimento na sede da Polícia Federal, onde o caso foi registrado, o jovem disse que atua de maneira independente. E que tinha ido por conta própria buscar o haxixe em Capitán Bado, no Paraguai, para levar até o interior paulista.

Deixe seu Comentário

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Voltar
©2018 Correio do Estado S/A. Todos os Direitos Reservados.
Plataforma
Versão Clássica