Correio Rural

Mato Grosso do Sul fecha
o cerco contra a ferrugem

Projeto de lei aumenta ação de combate à doença

10 JUL 2017 Por Renata Prandini 07h:48
Vazio sanitário para combater a ferrugem teve início em 15 de junho em MS e se estende até o dia 15 de setembro Vazio sanitário para combater a ferrugem teve início em 15 de junho em MS e se estende até o dia 15 de setembro

Mato Grosso do Sul pretende fechar o cerco contra a ferrugem asiática nas lavouras do Estado. No dia 5 deste mês, foi aprovado, em primeira discussão na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, projeto de lei com medidas restritivas de controle da ferrugem. 

Elaborada pela Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), em consonância com a Associação de Produtores de Soja (Aprosoja/MS) e Federação da Agricultura e Pecuária (Famasul) de Mato Grosso do Sul, a proposta visa exercer maior controle sobre as medidas sanitárias para prevenção, controle e erradicação da ferrugem asiática da soja. 

Para o presidente da Aprosoja, Christiano Bortolotto, o projeto de lei é uma evolução do controle fitossanitário. “A lei do vazio é fundamental para o controle e combate à ferrugem e outras doenças. O foco da lei é a ferrugem, mas ela controla uma série de outras doenças aliadas. A evolução desse controle, portanto, está em uma proibição do plantio de soja sobre soja, algo que outros estados produtores, como Mato Grosso e Paraná, já adotaram”, contextualiza o presidente.

Confira a reportagem completa na edição de hoje do Correio Rural.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Voltar
©2017 Correio do Estado S/A. Todos os Direitos Reservados.
Plataforma
Versão Clássica