exigência legal

Cadastro ambiental rural atinge
91,5% em Mato Grosso do Sul

Estado descarta possibilidade de perder o prazo de cadastramento

3 JUL 2017 Por DA REDAÇÃO 05h:30
Produtores estão bem adiantados com a regularização ambiental das áreas no Estado, onde índice de adesão ao CAR já supera os 91% Produtores estão bem adiantados com a regularização ambiental das áreas no Estado, onde índice de adesão ao CAR já supera os 91%

A praticamente seis meses do encerramento para a inserção no Cadastro Ambiental Rural (CAR), Mato Grosso do Sul tem mais de 90% das propriedades rurais inscritas no Sistema Nacional de Cadastro Ambiental Rural (Siscar), do Ministério do Meio Ambiente.

A inscrição no Cadastro Ambiental Rural (CAR) está prevista no Código Florestal Brasileiro e teve o prazo prorrogado para até 31 de dezembro deste ano.

Segundo dados do último boletim divulgado pelo sistema, até o dia 31 de maio, o Estado já havia cadastrado 45.462 imóveis rurais, o número corresponde a cerca de 7,5 mil imóveis cadastrados somente neste ano, média de 1,5 mil inserções ao mês. 

No mesmo período, o total da área cadastrada teve incremento de aproximadamente 659,54 mil hectares. Até o dia 31 de dezembro do ano passado, o Estado contava com 37.608 imóveis cadastrados, o que correspondia a uma área cadastrada de 27,069 milhões de hectares – 89,41% da área passível de cadastro, 30,274 milhões de hectares. 

Já em maio deste ano, o total de área cadastrada passou para 27,729 milhões de hectares (91,59%). A extensão da área passível de cadastro é baseada nos dados do Censo Agropecuário de 2006, elaborado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e estatística (IBGE). O incremento em relação a abril, ainda segundo o boletim, foi de 203,507 mil hectares.

*Leia reportagem, de Renata Prandini, no suplemento Correio Rural na edição de hoje do jornal Correio do Estado.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Voltar
©2017 Correio do Estado S/A. Todos os Direitos Reservados.
Plataforma
Versão Clássica