fotovoltaica

Uso da energia solar cresce
135% em Mato Grosso do Sul

Em um ano, número de conexões saltou de 105 para 247 sistemas

19 JUN 2017 Por DA REDAÇÃO 05h:30
Com garantia de 25 anos, o sistema de energia solar fotovoltaica se paga em menos de seis anos, dependendo do consumo Com garantia de 25 anos, o sistema de energia solar fotovoltaica se paga em menos de seis anos, dependendo do consumo

Em pouco mais de um ano, cresceu 135%, em Mato Grosso do Sul, o número de consumidores que aderiram ao modelo da geração elétrica distribuída e, hoje, já produzem a própria energia em residências, empresas ou propriedades rurais, por meio de fontes renováveis como painéis solares fotovoltaicos.

De acordo com dados da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), já são 247 os empreendimentos que fazem uso deste tipo de sistema no Estado, diante de 105 conexões em abril de 2016 (conforme dados disponibilizados pela própria agência para comparativo).

A potência instalada destas unidades no Estado é de 1.969,31 quilowatts atualmente.

O aquecimento da demanda é comprovado pelo próprio mercado local, em função da percepção do público de que a energia fotovoltaica, além de sustentável, também tem se consolidado como viável economicamente.

“Aumentou de 40% a 50%, tanto a procura por instalação de projetos quanto o interesse em saber como funciona um sistema fotovoltaico, para trabalhar com esse tipo de negócio”, afirma Marta Soares da Cunha Fernandes, consultora em sustentabilidade da Harmonia Soluções Sustentáveis, há dois anos atuando no segmento. 

*Leia reportagem, de Daniella Arruda, na edição de hoje do jornal Correio do Estado.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Voltar
©2017 Correio do Estado S/A. Todos os Direitos Reservados.
Plataforma
Versão Clássica