praga nas lavouras

MS abateu 1.444 javalis
em manejo controlado do Ibama

Instrução normativa permite abate para controle populacional e ambiental

26 AGO 2017 Por DA REDAÇÃO 04h:00
Animais foram cruzados com porco doméstico Animais foram cruzados com porco doméstico

Quatro anos após entrar em vigor instrução normativa federal que regulamenta o manejo do javali, com autorização do abate para controle populacional e ambiental, 1.444 animais foram abatidos em Mato Grosso do Sul, mais da metade deles (802) somente no ano passado, de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama) no Estado.

Os números referem-se aos relatórios de manejo informados ao órgão entre o período de 2013, ano da normatização, até dezembro de 2016 e podem ser ainda maiores, já que os dados deste ano ainda não foram consolidados.

Em menor proporção, o número de pessoas autorizadas a abater javalis no Estado, chamados manejadores, também acompanha a tendência de aumento. 

De acordo com informações do analista ambiental Michel Lopes Machado, do Ibama-MS, depois de um primeiro e segundo anos de adesão muito baixa e da falta de informações, vem crescendo o número de manejadores cadastrados para atuar no controle formal de abate dos animais.

De 11 e 16 cadastrados, respectivamente em 2013 e 2014, o número de declarantes de manejo do animal chegou a 170 em 2016.

Ainda conforme o relatório do Ibama, os 1.444 abates informados foram realizados em 26 municípios, com maior concentração em Dourados. 

*Leia reportagem, de Daniella Arruda, na edição de hoje do jornal Correio do Estado.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Voltar
©2017 Correio do Estado S/A. Todos os Direitos Reservados.
Plataforma
Versão Clássica