SOJA

Estado registra terceira maior
incidência de ferrugem asiática

Com 63 casos, MS fica atrás do Paraná e Rio Grande do Sul no ranking nacional

1 MAR 2017 Por Paula Vitorino 05h:00
Coiheita da soja avançou em 24,1 % , sendo a maior evolução registrada na região Sul do Estado Coiheita da soja avançou em 24,1 % , sendo a maior evolução registrada na região Sul do Estado

Mato Grosso do Sul é o terceiro estado com mais incidência de ferrugem asiática, doença que causa prejuízos na produtividade da soja. São 63 ocorrências registradas, de acordo com os últimos dados divulgados pelo Consórcio Antiferrugem. Na liderança do ranking nacional aparece o Paraná, com 87 casos e o Rio Grande do Sul, com 65 ocorrências.

A maior parte (57,14%) dos casos  registrados no Estado está concentrada no município de Chapadão do Sul. Com 36 ocorrências, a cidade também ocupa a primeira posição na lista dos municípios do país onde a doença foi registrada. 

Produtor de soja e um dos diretores do Sindicato Rural de Chapadão do Sul, Rudimar Artur Borgelt, acredita que o “ambiente” favoreceu o maior índice da doença neste ano. “O clima favoreceu, a própria altitude de Chapadão, as chuvas. O ambiente foi adequado para a propagação da ferrugem”, diz. 

Reportagem completa está na edição de hoje do Correio do Estado.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Voltar
©2017 Correio do Estado S/A. Todos os Direitos Reservados.
Plataforma
Versão Clássica