iss e iptu

Campo Grande fecha maio com alta
de R$ 8,5 milhões na receita

Ações de combate à sonegação e inadimplência começaram a dar resultados

17 JUN 2017 Por DA REDAÇÃO 07h:00
Com ações de cobrança e protesto de títulos,a Prefeitura de Campo Grande conseguiu elevar arrecadação do IPTU em R$ 4,7 milhões Com ações de cobrança e protesto de títulos,a Prefeitura de Campo Grande conseguiu elevar arrecadação do IPTU em R$ 4,7 milhões

As ações de combate à sonegação e inadimplência, adotadas pela Secretaria Municipal de Finanças e Planejamento (Sefin) desde o começo do ano, começaram a surtir efeito na arrecadação do município.

Conforme o secretário da pasta, Pedro Pedrossian Neto, o município arrecadou R$ 8,535 milhões a mais em comparação ao mesmo período do ano passado.

O comportamento da receita se deve, principalmente, ao desempenho apresentado na arrecadação de dois impostos, o Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN) e o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU).

No caso do primeiro tributo, explicou, tradicionalmente, o município arrecada a média de R$ 22,5 milhões a R$ 23 milhões ao mês.

No entanto, em maio, essa arrecadação saltou para de R$ 26,694 milhões, aumento médio de 16,34% (R$ 3,750 milhões a mais) em comparação ao mesmo período do ano passado.

Essa alta foi ainda maior na receita com o IPTU, que, enquanto em maio de 2016 fechou em R$ 12,832 milhões, saltou para R$ 17,617 milhões no mês passado, um incremento de R$ 4,785 milhões (37,2%).

*Leia reportagem, de Renata Prandini, na edição de sábado/domingo do jornal Correio do Estado.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Voltar
©2017 Correio do Estado S/A. Todos os Direitos Reservados.
Plataforma
Versão Clássica