DOURADOS

Mulher que matou ex-marido por ele a ignorou, tem pedido de liberdade negado

Antônio foi morto com tiro no pescoço na última segunda-feira (3)

5 ABR 2017 Por MARIANE CHIANEZI 17h:49
Vítima morreu em frente a casa da ex Vítima morreu em frente a casa da ex

Rosimeire Ferreira de Melo Ostemberg, de 43 anos, teve liberdade negada na manhã de hoje e vai permanecer presa na delegacia de Polícia Civil de Dourados. Ela é suspeita de ser responsável pelo assassinato do ex-marido, Antônio Silva Fernandes, morto com um tiro na última segunda-feira (3).

Defesa da mulher teria tentado habeas corpus durante audiência de custódia para a suspeita responder o processo em liberdade, mas pedido foi negado, conforme o Dourados News.

Ela afirmou à polícia que motivação do crime teria sido o “sumiço” do ex, pois ele não teria atendido cerca de 40 ligações e nem respondido suas mensagens.

CASO

Responsável pelo crime afirmou em depoimento que mantinha relacionamento de idas e vindas com Antônio e, no domingo (02), ele teria sumido e não dado satisfações à mulher.

No dia do crime, pela manhã, Rosimeire teria ido na casa do companheiro, localizada no Altos do Indaiá, e encontrou apenas o filho da vítima. Ela então seguiu para o quarto do companheiro e pegou a arma que estava escondida, um revólver calibre 38. Quando chegou no domicílio, Antônio foi informado da visita da mulher, inclusive que ela teria pego o objeto.

A vítima seguiu para a casa de Rosimeire e, ao chegar, tentou conversar, mas foi retrucado verbalmente por ela, que em seguida, teria dado um tiro para o alto. Ele permaneceu no portão da casa tentando conversar com a ex-companheira. Ela disparou e acertou o pescoço de Antônio.

Depois de cometer o crime, Rosimeire foi buscar o filho na escola e só depois de retornar com a criança para a casa foi presa. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado, mas a vítima já estava sem vida.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Voltar
©2017 Correio do Estado S/A. Todos os Direitos Reservados.
Plataforma
Versão Clássica