SAÚDE

Caso de febre amarela com local de infecção atribuído a MS será reavaliado

Paciente se deslocou por vários estados e infecção pode ter ocorrido em outro local

30 JAN 2017 Por GLAUCEA VACCARI 19h:47

Caso notificado de paciente com febre amarela inicialmente atribuído ao Mato Grosso do Sul como local de infecção, está sendo reavaliado. Segundo o Ministério da Saúde, paciente, de 39 anos e morador de Blumenau (SC), se deslocou para vários estados.

Homem esteve em Bonito no período entre 25 de dezembro e 2 de janeiro. Em seguida, ele passou por São Paulo.

Em boletim divulgado no dia 26 de janeiro, Ministério da Saúde atribuiu local de infecção como Mato Grosso do Sul.

No entanto, pelo fato do paciente ter se deslocado para outros estados, inclusive São Paulo, que já registrou casos confirmados da doença, situação está sendo reavaliada.

NOTIFICAÇÃO

Sintomas começaram a aparecer no dia 15 de janeiro, quando homem já estava em Santa Catarina, onde caso foi notificado como suspeito de febre amarela. Ele não era vacinado.

Paciente também fez exames de leptospirose – doença com sintomas parecidos ao da febre amarela – e deu positivo, mas as Secretarias de Saúde ainda aguardam o resultado para febre amarela. Ele já recebeu alta e passa bem.

Outro caso notificado pela Secretaria Estadual de Saúde de Santa Catarina está em avaliação, pois há relato de deslocamento para vários estados.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Voltar
©2017 Correio do Estado S/A. Todos os Direitos Reservados.
Plataforma
Versão Clássica