Carne Fraca

Capital fará levantamento para saber se compra carne de frigoríficos investigados

PF encontrou irregularidades em Santa Catarina, Paraná e Goiás

20 MAR 2017 Por ALINY MARY DIAS E KLEBER CLAJUS 10h:20
Prefeito já pediu levantamento Prefeito já pediu levantamento

O prefeito Marcos Trad (PSD) afirmou nesta segunda-feira que já pediu levantamento para saber se alguma empresa contratada para fornecimento de alimentos à prefeitura compra carne de frigoríficos investigados pela Polícia Federal na operação Carne Fraca, deflagrada na última sexta-feira.

Trad afirmou que têm preocupação em relação à qualidade dos alimentos. Questionado sobre possíveis impactos que Campo Grande pode sofrer por ser a capital do estado que têm a pecuária como “carro-chefe” da economia, o prefeito disse que “só o tempo vai dizer”.

"Já pedi um levantamento para saber se a prefeitura tem algum fornecedor entre esses investigados. Notícias dessa natureza, impactam, agora vamos ver as consequências”, afirmou.

OPERAÇÃO

A operação apura o envolvimento de fiscais do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (Mapa) em um esquema de liberação de licenças e fiscalização irregular de frigoríficos.

Em dois anos de investigação, detectou-se que as Superintendências Regionais de Paraná, Minas Gerais e Goiás atuavam diretamente para proteger grupos empresariais em detrimento do interesse público.

Mediante pagamento de propina, eles facilitavam a produção de alimentos adulterados, emitindo certificados sanitários sem qualquer fiscalização efetiva. Pela manhã, funcionários do ministério foram detidos.

Foram investigadas grandes empresas do setor, como a BRF Brasil, que controla marcas como Sadia e Perdigão, e também a JBS, que detém Friboi, Seara, Swift, entre outras marcas. Também há envolvimento, segundo a PF, de frigoríficos menores, como Mastercarnes, Souza Ramos e Peccin, do Paraná, e Larissa, que tem unidades no Paraná e em São Paulo.


 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Voltar
©2017 Correio do Estado S/A. Todos os Direitos Reservados.
Plataforma
Versão Clássica