RÁPIDO TEMPORAL

Após intenso calor, chuva reaparece
e vento derruba árvores na Capital

Em um dos casos, árvore de grande porte caiu em cima de duas casas

11 OUT 2017 Por MARIANE CHIANEZI e RAFAEL RIBEIRO 16h:25
Havia ninho de periquitos em cima da árvore e, com a queda, aves morreram Havia ninho de periquitos em cima da árvore e, com a queda, aves morreram

Temporal que durou cerca de 15 minutos em Campo Grande foi o suficiente para causar estragos em diversos bairros. Corpo de Bombeiros foi acionado para atender ocorrências de queda de árvores e, em um dos casos, planta caiu em cima de carro e parte de residência.

No centro, houve pancada de chuva que pegou de surpresa quem passeava pelas ruas. Muitas pessoas buscaram refúgio em lojas. "Estava muito calor, sem nenhuma suspeita, viemos fazer umas compras e acabamos molhados", brincou a secretária Helena Gomide, 37 anos, acompanhada das filhas.

No Bairro Vilas Boas, na Rua Sofia Neken, árvore caiu sobre casa, arrebentando a fiação elétrica e, posteriormente, atravessando a rua e interditando o tráfego. Na planta, havia ninho de sete periquitos que morreram.

Moradores ficaram sem energia elétrica e equipe da Energisa foi acionada. "Foi um susto muito grande", disse a engenheira civil Marise Kaiano, 48 anos.

Em residência localizada na Rua Washington Luiz, no Bairro Vilas Boas, tronco de uma árvore quebrou e parte caiu em cima da varanda de casa, enquanto outra parte atingiu carro. Os vizinhos disseram à reportagem que os moradores que vivem ali estão viajando, portanto, não tem ninguém na casa.

"Fez um barulho muito forte, parecia que ia desabar tudo", disse o vizinho que chamou os militares dos Bombeiros e não quis se identificar.

Em outro bairro da cidade, residencial localizado na Avenida Rita Vieira de Andrade, no Jardim Mansour, telhado de casas foram destelhados. Reportagem esteve no local, mas não pode entrar no condomínio. 

Houve registro de três quedas de árvores no Bairro Guanandi, em uma dessas ocorrências, na Rua Gabriel Cardoso Ramalho, uma árvore de grande porte caiu do terreno de uma casa para a outra. Telhado da residência segurou os galhos e a Defesa Civil teve de ser acionada.

O aposentado Otaviano Francisco Neto, 69 anos, morador na casa há 40, disse que escutou o barulho. "Foi um susto enorme, mas graças a Deus que o telhado é bem construído", disse.

CHUVA NO INTERIOR

Em Bela Vista, pancadas de chuva trouxeram ventos de 90 km/h, derrubando letreiros e árvores pela cidade. Foi registrado 5 minutos de ventania que aconteceu por volta das 13h30.

No centro, a cobertura de um restaurante ficou totalmente destruída. Torre de internet caiu sobre uma casa e várias residências ficaram serm energia. 

*matéria atualizada às 17h para acréscimo de informação.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Voltar
©2017 Correio do Estado S/A. Todos os Direitos Reservados.
Plataforma
Versão Clássica