CORREIO B

Projeto literário destaca autores de várias partes do País, incluindo MS

23 MAR 2017 Por THIAGO ANDRADE 16h:37
Autora de “Todos Nós Adorávamos Caubóis” participa da primeira mesa do projeto em Campo Grande, junto de André Timm Autora de “Todos Nós Adorávamos Caubóis” participa da primeira mesa do projeto em Campo Grande, junto de André Timm

Um dos principais promotores culturais do País, o Sesc inicia um novo projeto em 2017. Arte da Palavra, que será promovido pela Rede Sesc de Leituras, tem como objetivo fazer com que a literatura e seus produtores circulem pelo Brasil. Nesta primeira edição, 12 estados recebem a programação, que se divide em três eixos: Circuito de Autores, voltado para a valorização e divulgação literária; Circuito de Oralidades, que contará com apresentações; e Circuito de Criação Literária, composto de oficinas temáticas.

Em Mato Grosso do Sul, duas cidades recebem os escritores a partir de abril. Campo Grande e Corumbá contarão com apresentações ao longo do ano e terão escritores de todos os circuitos. No dia 4 de abril, a escritora Carol Bensimon e o escritor André Timm conversam na abertura do evento, que ocorrerá no Teatro Prosa – Rua Anhanduí, 200. A mediação fica a cargo do professor e pesquisador Wellington Furtado Ramos. 

O Estado também enviará escritores para participar do projeto. Emmanuel Marinho, Henrique Medeiros,  Ruberval Cunha e Elias Borges foram os selecionados. “Levamos diversos nomes da literatura sul-mato-grossense e esses foram selecionados. É muito interessante ter esses quatro participantes do Estado”, afirma Marcelle Saboia, analista de Cultura do Sesc Corumbá. Ao todo, quase 100 escritores  percorrerão o País, contemplando 48 cidades.

Apesar de ter grandes projetos culturais que envolvem todo o Brasil, como o Palco Giratório e o Sonora Brasil, o Sesc ainda não contava com algo do mesmo porte na área literária. “Sempre trabalhamos regionalmente com cafés literários e outros eventos que destaquem a literatura, mas nunca contamos com algo mais abrangente”, explica Marcelle. Arte da Palavra estreia em 2017 com o objetivo de oferecer ações que atuem em toda a cadeia da literatura.

Desse modo, os circuitos incluem a formação e a divulgação de novos autores, a valorização das atuais  formas de produção e fruição literária, possibilitadas pela emergência de discursos periféricos, e a utilização de novas tecnologias. “É uma proposta que se volta para a contribuição à democratização do acesso à leitura”, comenta a analista cultural. 

Em Mato Grosso do Sul, cada município selecionado receberá 12 atividades. Entre os nomes que passarão pela cidade estão os dos já citados André Timm e Carol Bensimon, além de Rafael Coutinho, Marcelino Freire, João Lin, entre outros. As ações do Circuito de Autores contam com mediação de escritores, professores e gestores culturais ligados à literatura de Mato Grosso do Sul. Entre os convidados, estão Lucilene Machado, Mely Sena e Walesca Cassundé.

CONVIDADOS 

Carol Bensimon é gaúcha e formou-se em Comunicação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. No entanto, abandonou a área para se dedicar à literatura. “Pó de Parede”, de 2008, foi sua estreia nas publicações, embora já tivesse publicado contos em revistas como a Bravo! e jornais como o Zero Hora. Com uma bolsa de criação da Fundação Nacional de Artes, Bensimon escreveu “Sinuca Embaixo d’Água”. O livro saiu pela Companhia das Letras e colocou a escritora entre nomes de destaque, sobretudo ao posicioná-la entre os finalistas de importantes prêmios literários.

Em 2012, foi considerada uma dos 20 melhores jovens escritores da revista britânica Granta, “que indica os nomes que vão construir o mapa da literatura brasileira”.  Seu trabalho mais recente é “Todos Nós Adorávamos Caubóis”, um romance protagonizado por Cora e Julia, duas amigas que há muito tempo não se falam e decidem viajar pelo Brasil juntas. O road novel é pontuado pelos comentários da narradora, Cora, que refletem sobre sarcasmo, pós-feminismo e drama. Além da literatura, a escritora atua como tradutora e também assina uma coluna no blog da Companhia das Letras.

SITE

Também de Porto Alegre, mas radicado em Santa Catarina, André Timm completa a mesa de abertura do projeto Arte das Palavras, que ocorre em Campo Grande no dia 4 de abril. Estreou na literatura com “Insônia”, publicado pela Design Editora, em 2011. A obra foi Menção Honrosa no Prêmio Sesc de Literatura. 

“Modos Inacabados de Morrer”, seu primeiro romance, foi o vencedor da Maratona Literária da editora Oito e Meio na categoria Prosa. Atualmente, André Timm mantém o site 2 mil toques, projeto autoral em que convida escritores a compartilharem suas rotinas e processos ligados à produção literária. Ele também segue atualizando seu canal no Medium, com textos variados sobre criação literária.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Voltar
©2017 Correio do Estado S/A. Todos os Direitos Reservados.
Plataforma
Versão Clássica